(61) 98114-2227

(61) 3965-3333

contato@ccddf.com.br

Colonoscopia pode reduzir risco de câncer de intestino? Acompanhe

Colonoscopia pode reduzir risco de câncer de intestino? Acompanhe

Seguindo nossas postagens sobre o Setembro Verde – que é o mês de prevenção  do câncer de intestino , hoje você vai entender um pouco mais sobre o papel da  Colonoscopia para a prevenção dessa doença. Prossiga com a leitura do conteúdo e cesse possíveis dúvidas sobre o assunto!
Boa leitura.

Entenda a Colonoscopia

A Colonoscopia nada mais é do que um exame que permite que o médico consiga analisar o revestimento interno(mucosa) de todo o intestino grosso e também da parte final do intestino delgado – cólon, reto e íleo terminal.

O exame auxilia no diagnóstico e na procura de pólipos, inflamações no local, úlceras e também tumores. É hoje o principal método de rastreamento do câncer de cólon.

Colonoscopia pode reduzir o risco de câncer ou não?

Um estudo feito pelo Annals of Internal Medicine descobriu que grupos de risco de câncer de cólon podem ter as chances de aparecimento da doença em fase avançada reduzidas quando o paciente realiza o exames de colonoscopia regularmente.

Com isso, conclui-se que quando o exame é realizado de maneira precoce – até dez anos antes da manifestação do problema – pode reduzir em 70% as chances de câncer de cólon avançado, já que o procedimento consegue identificar os tumores em fase pré-cancerosa, o que permite tratamento antes que o problema fique mais grave.

Vale ressaltar que existem fatores de risco (como por exemplo histórico de câncer de intestino em familiares, histórico de pólipos em familiares ou em exames prévios) que devem ser levados em consideração e que, com isso, a colonoscopia deve ser realizada com uma incidência maior, mas para tal é indispensável consultar o médico.

Como a colonoscopia pode ser importante na prevenção do câncer de intestino?

A colonoscopia é um exame que verifica o interior do intestino por meio da introdução de um tubo com uma câmera na ponta – o tubo é flexível.
Por ser um exame onde o médico consegue analisar todo o interior do intestino grosso, é possível identificar  e ressecar lesões em estágios iniciais que podem vir a se tornar malignas.
Com isso, as chances de diagnóstico precoce e também de prevenção – onde muitas vezes um pequeno procedimento  pode reverter uma evolução indesejada – são maiores.

Informações relevantes sobre o assunto

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer – INCA -, o câncer de cólon é um dos mais incidentes no Brasil. Estima-se que sejam identificados 30 mil novos casos por ano, e por isso, é indispensável que o assunto seja divulgado para diminuir a incidência do problema, e para que as pessoas entendam a importância da prevenção e do diagnóstico precoce.

As recomendações atuais são de que a Colonoscopia comece a ser realizada na população geral sem fatores de risco a partir dos 45 anos de idade. Nos casos familiares o época e início do rastreamento e  a frequência de realização do exame devem ser individualizados – Converse com os médicos da nossa equipe.

Esperamos que o conteúdo tenha te ajudado a compreender a importância desse exame. Informe amigos e familiares sobre o assunto e faça parte da corrente Setembro Verde CCD! Todo juntos contra o câncer de intestino.
Até o próximo conteúdo.