(61) 98114-2227

(61) 3965-3333

contato@ccddf.com.br

Parasitas intestinais: saiba quais são os principais

Parasitas intestinais: saiba quais são os principais

Mais frequentes na infância, os parasitas intestinais podem causar dores e incômodos ao portador. São considerados um problema de saúde pública, principalmente por ocorrer mais nas áreas rurais e zonas onde não há boas condições sanitárias.

Para entender mais sobre como eles podem surgir e quais são os  principais parasitas, prossiga com a leitura do conteúdo de hoje do nosso blog.

Principais parasitas intestinais

Os parasitas se alojam no organismo e se alimentam do conteúdo intestinal do portador e/ou de sangue. Os sintomas podem variar entre cada um dos tipos de parasitas.

Dentre os principais estão:

Amebíase (conhecida como ameba)

Um parasita do intestino grosso, a ameba pode se alojar no portador causando diarreia que pode ser aguda ou apresentar sangue, quando é mais grave. Além disso pode apresentar fadiga, gases em excesso e dor retal durante a evacuação.

Ela invade a parede do intestino, mas também pode aparecer no pulmão, fígado ou cérebro, causando outros problemas.

Ascaridíase (conhecida por lombriga)

O áscaris fica no intestino, mas também pode passar pelo pulmão. Em casos considerados mais graves, pode ocorrer a saída dos vermes pela boca ou pelo nariz.

Nos casos graves o portador também pode ter o intestino obstruído, e o médico pode solicitar a retirada da lombriga através de procedimento cirúrgico.

Ancilostomíase (conhecida por amarelão)

O ancilóstomo é um tipo de parasita que entra pela pele e causa irritação. Pode também chegar ao intestino e ao pulmão.

Ele suga o sangue através da parede do intestino, causando dores, incômodos e problemas, como diarreia e também a anemia. 

Teníase (conhecida como tênia)

A tênia é considerada o maior parasita que pode atingir o corpo humano e pode atingir cerca de até 12 metros.

A principal complicação que a tênia pode causar é a neurocisticercose, que é quando os cistos da tênia conseguem atingir o cérebro, ocasionando problemas, como a epilepsia.

O problema pode ocorrer, dentre outras formas, através de ingestão de carne de porco quando ela não está bem cozida. 

Como é realizado o tratamento?

Os medicamentos usados para o tratamento podem variar de acordo com a idade e tipo de parasita. Em certos casos, o médico pode solicitar exames para toda a família, já que existe alta chance de transmissão em alguns tipos de parasitas.

Mas deixamos claro que o tratamento não deve ser caseiro, e sim realizado por um especialista. Lembre-se de que sua saúde deve ser sempre sua prioridade.

Para acompanhar outros conteúdos informativos como este, continue lendo o blog do CCD! Até o nosso próximo conteúdo.