(61) 98114 2227

(61) 3965-3333

contato@ccddf.com.br

Saúde digestiva pode ser causa de vários problemas e desconfortos

Saúde digestiva pode ser causa de vários problemas e desconfortos

Fonte: AquiAcontece

O surgimento de algum tipo de distúrbio digestivo, como distensão abdominal, constipação ou diarreia, azia ou queimação, peso no estômago após se alimentar, refluxo gástrico, gazes, dentre muitos outros sintomas desagradáveis, pode ser um sinal o indicativo de alguma patologia do aparelho digestivo. Inclui-se aí a doença do refluxo gastroesofágico (DRGE), gastrite, síndrome do intestino irritável, colite ou alguma outra patologia, inclusive o câncer.

 O gastroenterologista Daniel Costa conta que muitas pessoas sentem pelo menos um dos sintomas citados, mas poucos procuram um especialista logo no início. “Sintomas relacionados à doença do refluxo, por exemplo, são a azia ou regurgitação, que nada mais é que a sensação de retorno do alimento; isso, mais de duas vezes na semana e por mais de um mês. No caso da constipação, é preciso observar o esforço para se evacuar, o endurecimento das fezes e a sensação de evacuação incompleta. Perda de peso importante, anemia e icterícia (pele e mucosas amareladas) são sintomas que merecem uma maior atenção”, completou.

 Segundo ele, as más condições de saneamento básico e maus hábitos de higiene podem influenciar no aparecimento de doenças do trato gastrointestinais, como a esquistossomose, parasitoses intestinais e infecções pelo H. Pylori (Helicobacter).

 Daniel Costa ressaltou que as doenças mais comuns do aparelho digestivo são a doença do refluxo gastroesofágico, as dispepsias, que são popularmente classificadas como gastrites, de forma errada, diarreias agudas e constipações crônicas.

 No HGE, os atendimentos mais frequentes da área dizem respeito a diarreias agudas. Os atendimentos mais graves geralmente são por hemorragia digestiva alta (HDA), por varizes do esôfago, doença com alta morbidade, caso não seja tratada adequadamente.

 “Assim como em outras áreas da Medicina, bons hábitos relacionados à saúde, como a adoção de um estilo de vida mais saudável, com atividades físicas regulares, alimentação equilibrada, ingestão regular de água e hábitos de higiene corretos, influenciam na melhora das doenças do aparelho digestivo. A adequada interpretação dos sintomas e o rápido tratamento são fundamentais”, mencionou o especialista, ressaltando a importância do diagnóstico correto e precoce no tratamento das doenças do aparelho digestivo.

 Luiz Silva, 63 anos, deu entrada no Hospital Geral com quadro de diarreia aguda. Ele está sendo assistido na unidade hospitalar e já apresenta melhora. “Tenho isso recorrentemente, vai e vem, o médico me explicou que a maior parte das diarreias agudas é causada por vírus, bactérias ou parasitas. Há germes produtores de toxinas que alteram o funcionamento gastrointestinal. Mas o melhor é investigar para excluir doenças mais sérias”, disse.

 Dados da Organização Mundial de Gastroenterologia revelam que, em média, 20% da população mundial sofre de problemas gastrointestinais. Desse total, cerca de 90% não procuram um médico para solucionar o problema e acabam recorrendo à automedicação ou nada fazem.

 “Ter um aparelho digestivo saudável significa mais do que simplesmente estar livre de incômodos, como inchaço ou azia. A saúde gastrointestinal está relacionada a tudo o que acontece no corpo; significa que os nutrientes são absorvidos e que as toxinas, os alérgenos e os micróbios patogênicos (causadores de doença) são mantidos fora do organismo”, ressaltou o gastroenterologista Daniel Costa.

Comentários

Não há comentários ainda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *