(61) 99214-9954

(61) 3272-0016

contato@ccddf.com.br

Saiba tudo sobre a Diverticulose e a Diverticulite

Saiba tudo sobre a Diverticulose e a Diverticulite

Tanto a Diverticulose quanto a Diverticulite são doenças que ocorrem no no intestino grosso, também conhecido por cólon. A primeira se dá por conta do crescimento de pequenas bolsas na parede do órgão, chamadas de Divertículos, e a segunda acontece em decorrência da inflamação destas bolsas. Neste artigo você vai entender melhor como ambas as condições ocorrem e como podem ser tratadas.

A Diverticulose

O cólon é um órgão com paredes lisas, formadas por camadas de tecido, músculo e mucosa. A Diverticulose caracteriza a alteração desta parede, com o surgimento de  divertículos a partir da pressão do conteúdo intestinal na parede do intestino.

A principal causa do aparecimento dos divertículos é o trânsito trabalhoso do bolo fecal pelo cólon, e isso ocorre quando há, por parte do paciente, um longo histórico de alimentação ruim, com poucas fibras, e pouca hidratação do organismo com água. A ausência destes fatores faz com que este conteúdo fecal transite dificuldade e cause mais pressão no cólon para seguir seu fluxo.

A Diverticulose afeta mais a população idosa. A estatística impressiona: cerca de 85% das pessoas com mais de 85 anos apresentam o problema. É   raro a ocorrência em pessoas mais jovens. Uma das justificativas para isso é que, em idade mais avançada, a musculatura do cólon vai perdendo a elasticidade, o que facilita o surgimento dos divertículos.

A condição pode ser descoberta por meio de exames radiológicos como a tomografia computadorizada ou a videocolonoscopia. Ela não apresenta sintomas na maioria dos casos, e não exige um tratamento se não estiver incomodando a pessoa de alguma forma.

Porém, quando a Diverticulose começa a gerar desconforto e dor, geralmente na região abaixo do umbigo, é porque provavelmente está ocorrendo um processo inflamatório, nomeado de Diverticulite.

A Diverticulite

A ocorrência da Diverticulite se dá quando os divertículos inflamam, e isso costuma ocorrer quando alimentos mal digeridos ou pequenas porções das fezes que passam pelo cólon a caminho do ânus ficam presas nessas bolsas. O problema se reflete no organismo da pessoa nessa condição através de febre, dores abdominais, alterações intestinais e vômitos.  

Quando leve a Diverticulite pode ser tratada com antibióticos e analgésicos para as dores, associados com dieta leve e essencialmente líquida por tempo determinado pelo médico. Este tipo de tratamento apresenta grande eficiência no geral.

Nos casos graves com presença de abscesso ou perfuração há indicação de cirurgia de urgência. Pacientes com quadros de repetição ou casos graves a  cirurgia para retirada da parte mais inflamada  é o tratamento de escolha. Nos casos graves de urgência pode ser necessário o uso de colostomia. A especialidade médica que trata essas doença é a Coloproctologia e a cirurgia quando necessária pode ser feita por Videolaparoscopia.

Prevenção

O cuidado com a alimentação pode evitar o surgimento destas e outras tantas doenças do sistema digestivo. Muitas das alterações e complicações neste sistema ocorrem por falta de hábitos saudáveis, como o consumo de mais fibras, mais água e a prática de exercícios físicos.

Adotar esses hábitos ao seu estilo de vida pode garantir a chegada à melhor idade com menos complicações de saúde e mais vitalidade.