(61) 98114-2227

(61) 3965-3333

contato@ccddf.com.br

O que é a Endoscopia Digestiva Alta e como é feita?

O que é a Endoscopia Digestiva Alta e como é feita?

Quando um paciente chega ao consultório de Gastroenterologia se queixando de dores abdominais, enjôos e dificuldades para se alimentar, é comum que, após fazer algumas perguntas sobre os hábitos desta pessoa, o médico peça um exame de imagem do aparelho digestivo para investigar o que está causando os problemas. O exame mais comum para este fim é a Endoscopia Digestiva Alta, mais conhecida apenas como Endoscopia. Neste artigo você entenderá um pouco mais sobre o este exame.

Como é feita a endoscopia digestiva alta?

A Endoscopia é um exame onde são registradas imagens internas dos órgãos do aparelho digestivo: esôfago, estômago e duodeno. Para isso, é inserida uma microcâmera pela boca do paciente, localizada na extremidade de um tubo fino e flexível que desce pelo tubo digestivo e faz os registros.

Todo o exame é realizado com o paciente sedado e deitado de lado. Antes de ser feita a sedação, é borrifado um spray anestésico na garganta, para que ele não sinta a passagem do tubo. A duração do exame é de no máximo 30 minutos, mas o paciente só é liberado após alguns minutos de observação até que o efeito sedativo passe. É comum que o paciente nem se lembre do exame.

Para que é feita a endoscopia?

Além da função de coleta de imagens para diagnóstico, a endoscopia também permite retirar fragmentos de tecido que o médico ache importantes de se analisar em biópsia.

Em outros casos, ela é utilizada para tratar doenças previamente identificadas, permitindo ações como cauterização de sangramentos nos tecidos ou remoção de acúmulos de tecido (também conhecidos como pólipos).

O que o exame consegue diagnosticar?

Quando as imagens revelam o esôfago, estômago e duodeno em textura uniforme e coloração rosa, é porque estão saudáveis e com bom funcionamento.

Alterações neste padrão podem indicar problemas como esofagite, gastrite, úlceras, refluxos e tumores, sejam eles benignos ou malignos (câncer). A presença de bactérias como a Helicobacter pylori também pode ser pesquisada.

Como se preparar para uma endoscopia

Se o seu médico te recomendou uma endoscopia, ele certamente passará uma série de recomendações simples para a véspera, e também para o pós exame. As mais comuns são:

  • Fazer jejum completo de oito horas antes da hora marcada para o exame. Isso inclui alimentos e líquidos;
  • Não fumar também por oito horas antes da endoscopia;
  • Não estar em uso de medicamentos que alterem a  coagulação;
  • Usar roupas confortáveis no dia do exame, e ir ao consultório sem adereços e com acompanhante.

Apesar de parecer um exame complexo, a Endoscopia Digestiva Alta na verdade é muito simples, com alto nível de sucesso e muito eficiente no diagnóstico de doenças digestivas. Portanto, não há motivos para temer o procedimento.

Se você receber um pedido de exame endoscópico do seu médico, não demore a fazer, para que o seu desconforto  seja esclarecido  o quanto antes!
Compartilhe o conteúdo nas suas redes sociais e informe outras pessoas. Até o próximo conteúdo.