(61) 98114-2227

(61) 3965-3333

contato@ccddf.com.br

Tire suas dúvidas sobre hérnia inguinal

Tire suas dúvidas sobre hérnia inguinal

Desconhecida pela maioria das pessoas, a hérnia inguinal é uma alteração que acontece na região da virilha e pode causar incômodos ao portador. Segundo a American Hernia Society, cerca de 15% da população pode ser atingida com este tipo de hérnia. Por isso, é muito importante entender melhor sobre o assunto e tirar possíveis dúvidas.
Boa leitura.

O que é a hérnia inguinal

Como citado acima, a hérnia é um problema que ocorre na região da virilha. O termo hérnia é qualquer deslocamento ou protrusão do conteúdo abdominal por um orifício que pode ser acidental ou natural. Já o termo inguinal indica que esse conteúdo ocorre na parede da região inguinal.

Pode acontecer em apenas um lado (conhecida por unilateral) ou nos dois (conhecida por bilateral). Também pode ser direta ou indireta.
A direta acontece quando há um afrouxamento da musculatura e em consequência se dá o extravasamento do conteúdo abdominal. Já a indireta é quando o conteúdo passa para a bolsa escrotal por um ponto chamado anel herniário no canal inguinal,  ou para a mulher pelo ligamento responsável pela sustentação da vagina.

Existem fatores de risco?

Existem alguns fatores de risco que devem ser levados em consideração, como os casos de pessoas que têm histórico familiar de hérnia inguinal, esforço repetitivo, tosse crônica, obesidade, constipação e qualquer fator que aumente a pressão intra abdominal.

É um problema que pode acontecer muito mais em homens na fase adulta, mas também pode ocorrer em mulheres.

Principais sintomas

De modo geral, as hérnias inguinais podem provocar uma protuberância na virilha e, no caso dos homens, até no escroto. Tal protuberância pode aumentar o tamanho de acordo com a posição da pessoa. Por exemplo, quando se deita ela pode parecer maior devido ao intestino se mover para trás ou para frente em questão da gravidade. O paciente pode ou não apresentar dor abdominal, que pode variar de caso para caso.

Em certos casos, pode ocorrer de parte do intestino ficar preso na região escrotal. Quando este fator ocorre, a irrigação para o intestino fica prejudicada e em poucas horas pode ocorrer a morte do intestino, conhecido por gangrena.

Informações sobre o problema:

Como é possível tratar a hérnia inguinal?

Por se tratar de um problema considerado mecânico, a única solução é um procedimento cirúrgico, que pode ser feito através de laparoscopia.

Podem existir complicações em função da hérnia?

A principal complicação é o estrangulamento do conteúdo abdominal, conforme explicamos acima.

É possível prevenir a hérnia inguinal?

A única forma de prevenir é evitando forçar muito a musculatura do abdômen. Desta maneira, é importante não realizar atividades físicas muito pesadas na região e manter uma alimentação regular com nutrientes, vitaminas e, claro, fibras, já que elas ajudam no bom funcionamento do intestino, facilitam a evacuação e diminuem as chances da pessoa forçar a musculatura do abdômen.

A cirurgia é considerada complexa?

Se o paciente não apresentar nenhum tipo de necrose no intestino ou obstrução, a cirurgia é considerada simples e a taxa de reincidência é de apenas 4%.

Esperamos que o conteúdo tenha te ajudado a entender mais sobre o assunto. Lembre-se que a sua saúde é o seu maior bem e deve ser tratada como prioridade. Sendo assim, ao notar qualquer diferença no organismo, não hesite e busque por um especialista para ter um diagnóstico exato.

Aqui no CCD contamos com uma série de médicos especialistas que vão garantir mais saúde para você e sua família. Agende aqui sua consulta!

E para ler outros materiais relevantes, siga nossas redes sociais e continue acompanhando nossas atualizações aqui no Blog do CCD. Até o próximo conteúdo.