(61) 98114-2227

(61) 3965-3333

contato@ccddf.com.br

Hemorragia digestiva alta: o que é, como acontece e o que deve ser feito

Hemorragia digestiva alta: o que é, como acontece e o que deve ser feito

A hemorragia digestiva alta é um problema que vem aumentando por uma série de fatores, como excesso no consumo de bebidas alcoólicas, hábitos alimentares ruins, presença de tumores, e outros. Desta forma, é indispensável entender bem o que é o problema, como ele acontece e o que deve ser feito para reverter a questão.
Se você deseja ter mais informações sobre o assunto, prossiga com a leitura do nosso conteúdo de hoje.

Hemorragia digestiva alta: o que é?

Antes de tudo, é indispensável cessar possíveis dúvidas sobre o que é o problema.
Se trata de um sangramento em função de uma lesão da mucosa do esôfago, duodeno, intestino delgado e até mesmo do estômago.
Essa perda de sangue pode ter relação direta com uma série de problemas nos órgãos citados, como por exemplo, úlcera e gastrite.

É uma questão que costuma chamar atenção em algumas situações, principalmente quando há vômitos com sangue, onde ele é vermelho vivo. Também pode surgir nas fezes – que acontece quando o sangue é digerido, tornando as fezes com um odor fétido bem característico, semelhante ao aspecto de uma borra de café  em alguns casos -.

É importante deixar claro que o problema é considerado uma urgência e, por isso, a pessoa deve buscar por um médico o mais breve possível.
Dependendo da intensidade do sangramento, da quantidade de sangue que a pessoa perdeu e até mesmo do local, a questão pode ser considerada ainda mais séria, onde o paciente pode até mesmo ser internado para resolver o problema.

E quais são as causas?

As causas da doença são consideradas diversas, podendo incluir uma série de fatores distintos, como os citados acima.

Outras possíveis causas são:

  • Lesões no esôfago;
  • Ulceras gástricas ou duodenais;
  • Lesão de mucosa provocada por medicamentos.

Além dos fatores acima, também é comum que aconteça em pessoas que sofreram queimaduras consideradas graves, pessoas que fizeram algum tipo de cirurgia extensa e também pessoas com problemas cardíacos.

Dado importante: é essencial deixar claro qual a condição de saúde que está provocando a hemorragia digestiva alta, uma vez que o fator pode auxiliar diretamente no tratamento do problema.

Existem fatores de risco?

Existem sim fatores de risco que devem ser levados em consideração. Por exemplo, as pessoas que apresentam qualquer tipo de histórico de problemas de saúde na região do estômago, duodeno, esôfago e intestino delgado podem ter uma predisposição maior do problema.

Além disso, as pessoas que fazem uso de anti-inflamatórios não hormonais por grandes períodos também podem apresentar um risco maior.

Informações relevantes sobre o assunto

  • É fundamental descobrir antes de tudo a causa exata do problema, uma vez que facilita no diagnóstico e tratamento;
  • Como você acompanhou acima, a hemorragia digestiva alta é considerada uma urgência médica, o que determina que ao notar qualquer presença de sangue nas fezes ou vômito, o médico deve ser buscado imediatamente;
  • Existem complicações sérias, caso o tratamento não seja feito de maneira exata;
  • Outra questão importante é que pessoas que apresentam problemas de coagulação podem ter falência orgânica que impede uma coagulação certa do organismo. Ou seja, buscar o médico é essencial;
  • Seguindo as recomendações médicas de maneira correta, é possível que a pessoa não apresente mais a hemorragia. Mas é válido deixar claro que como as causas são consideradas múltiplas, o quadro pode voltar a se repetir em função de outros fatores.

Lembre-se que cuidar da sua saúde deve ser sua prioridade. O ano está acabando e você deve colocar nas suas “metas” para o ano que se aproxima, cuidar ainda mais da sua saúde, realizar exames e consultas de rotina e garantir mais qualidade de vida. Esse é um fator extremamente relevante e que não pode ser deixado de lado, ok?
Continue acompanhando nosso blog e tenha acesso a uma série de materiais informativos. Até o próximo conteúdo!