(61) 9161-2873

(61) 3965-3333

contato@ccddf.com.br

Curiosidades sobre o câncer de intestino: o que é fundamental saber?

Curiosidades sobre o câncer de intestino: o que é fundamental saber?

Em mais um conteúdo da nossa série do Setembro Verde CCD, hoje o objetivo é te informar sobre algumas curiosidades, mitos e verdades sobre o câncer de intestino. Deixamos claro que as informações citadas abaixo são dados básicos e, para saber de maneira técnica, pedimos para que você procure o seu médico para cessar possíveis dúvidas.

Prossiga com a leitura do conteúdo de hoje e entenda mais sobre o assunto.

Principais curiosidades sobre o câncer de intestino

O câncer colorretal atinge tanto homens quanto mulheres?

Sim. Ele é considerado hoje um dos tipos de câncer mais comuns entre homens e mulheres. Dados do INCA estimavam em 2018 36.360 casos, sendo 17.380 em homens e 18.980 em mulheres. Além do mais, hoje, esse tipo de câncer é considerado o segundo mais frequentes entre as mulheres.

O câncer de intestino é uma doença que se dissemina rapidamente?

Não. O câncer de intestino possui um crescimento lento e, por isso, o diagnóstico precoce é tão importante, já que aumenta as chances de cura do problema. 

Os sintomas podem ser confundidos com os de outras doenças

Sim. Existem uma série de sintomas que podem dificultar o diagnóstico rápido da doença. Sendo assim, é essencial buscar o médico o quanto antes.
Dentre os sintomas comuns com outras doenças, estão o sangue nas fezes, fraqueza no corpo, anemia, dor ou desconforto abdominal, alteração do hábito intestinal – como prisão de ventre ou diarréia – e alteração na forma das fezes.

A colonoscopia, exame para detectar a doença, é um procedimento constrangedor e muito doloroso?

Não. Além de ser um procedimento considerado rápido, durando em média de 15 a 30 minutos, não causa nenhuma dor ao paciente, já que o mesmo é sedado para evitar qualquer tipo de desconforto.

Ter câncer colorretal implica em usar uma bolsa de colostomia?

Não. Atualmente o diagnóstico precoce, as técnicas cirúrgicas e as opções de tratamento são muito maiores e a necessidade de colostomias não são tão mais frequentes . Quando são consideradas necessárias, são, em grande parte das vezes, temporárias.

Esperamos que você tenha entendido mais sobre o câncer de intestino e cessado possíveis dúvidas. Para saber mais, acompanhe as redes sociais do CCD. Criamos lá uma série de materiais informativos sobre o tema. Até o próximo conteúdo.