(61) 98114-2227

(61) 3965-3333

contato@ccddf.com.br

Conheça as glândulas do sistema endócrino e como atuam no bom funcionamento do organismo

Conheça as glândulas do sistema endócrino e como atuam no bom funcionamento do organismo

Você já deve ter ouvido falar que o corpo humano é uma máquina perfeita, com todas as funções muito bem organizadas. Realmente, o nosso organismo tem diversas funções que se complementam e trabalham juntas para que possamos ter saúde e viver bem. Um dos fatores muito importantes para este bom funcionamento é a existência de glândulas endócrinas, que geram hormônios que equilibram nossa saúde de diversas formas. Conheça um pouco mais sobre elas neste artigo.

Glândulas do sistema endócrino

Todas estas glândulas que você vai conhecer fazem parte do Sistema Endócrino. Neste sistema, elas se dividem entre glândulas que produzem substâncias que são secretadas pelo corpo, chamadas de Exócrinas, as que produzem substâncias que são liberadas na corrente sanguínea, conhecidas como Endócrinas. Por último, temos as Mistas (ou Anfícrinas), que atuam nas duas frentes.

Hipófise

Esta é considerada a principal glândula do corpo, localizada na base do cérebro. Ela auxilia outras glândulas a executarem suas funções, tal como as glândulas mamárias das mulheres produzirem leite e as glândulas supra renais liberarem cortisol e outros hormônios.

A hipófise também está a frente dos hormônios que estimulam a reabsorção de água nos rins, o crescimento dos ovários e testículos, o estímulo da musculatura do útero e a secreção de estrógeno, hormônio feminino.

Pineal

Outra glândula localizada no cérebro, entre os hemisférios deste órgão. A medicina estuda essa glândula há muitos anos, e ainda não conseguiu descobrir todas as suas funções. Uma das descobertas foi a produção de melatonina, hormônio responsável pelos ciclos de sono do ser humano.

Tireóide

Esta é uma das maiores glândulas do corpo, em questão de tamanho, e localiza-se no pescoço. É ela quem controla o metabolismo e a absorção de cálcio pelos ossos. Quando ela não funciona corretamente, pode gerar doenças como o hipertireoidismo e o hiporeoidismo. Você pode saber mais sobre elas clicando aqui (link do blogpost sobre doenças da tireoide).

Pâncreas

Esta é uma glândula mista, que se encontra atrás do estômago. Ela é responsável pela insulina, fundamental para o controle dos níveis de glicose no sangue. Também trabalha com o fígado, estimulando-o a liberar glicose naturalmente quando o corpo precisa de energia.

Supra-renais

Como o nome sugere, elas se localizam próximas aos rins. Lá são produzidos a adrenalina e a noradrenalina. O primeiro é um mecanismo de defesa que prepara o corpo ao perceber uma emergência. Já o segundo está relacionado às emoções e ao raciocínio, e ainda a uma importantíssima tarefa: manter a pressão sanguínea normalizada.

Sexuais

Os hormônios que separam os seres humanos entre homens e mulheres são secretados nestas glândulas. Como é de se esperar, elas ficam no sistema reprodutor, relacionadas com os órgãos sexuais. Mais precisamente nos testículos, nos homens, e nos ovários, nas mulheres.

Na parte masculina, produz-se o testosterona, que atua nas características masculinas (voz grossa, pelos, etc). Nas mulheres, elas produzem o estrógeno, responsável pelas características femininas, e o progesterona, que regula a menstruação.

Quando perceber qualquer alteração nos processos citados que fujam da normalidade do funcionamento de seu organismo, o médico que pode te auxiliar na identificação e tratamento é o Endocrinologista. O CCDDF  conta com endocrinologistas muito qualificados em seu corpo clínico.