(61) 98114-2227

(61) 3965-3333

contato@ccddf.com.br

O estresse afeta a saúde gastrointestinal causando dispepsia, gastrite e má digestão

O estresse afeta a saúde gastrointestinal causando dispepsia, gastrite e má digestão

A saúde gastrointestinal pode ser afetada de diversas formas. Com alimentos, parasitas, intolerâncias alimentares, infecções e também doenças. Mas você sabia que além dos fatores citados, o estresse também pode causar uma série de problemas gastrointestinais, como a má digestão e a gastrite, por exemplo?  
Acompanhe nosso conteúdo de hoje e entenda como acontece.

Como o estresse afeta a saúde gastrointestinal?

É bem comum que a pessoa estressada por dias, ou em situações de estresse momentâneos, tenda a canalizar as emoções em determinado órgão,  o que pode afetar muitas vezes diretamente o estômago.

Desta forma, as pessoas que são submetidas a muito estresse emocional podem apresentar um aumento visível na sensibilidade gástrica, e assim, os efeitos do estresse podem chegar a causar a dispepsia, diarreia, flatulência, má digestão, e até mesmo problemas mais sérios, como gastrite, úlcera e refluxo.

Como o estresse pode causar tais doenças?

Entenda um pouco sobre como o estresse pode causar certas doenças:

Refluxo Gastroesofágico:

O estresse nesse caso tende a promover uma maior quantidade de  secreção ácida pelo estômago, tornando-o lesivo e causando assim o refluxo.

Má digestão:

Com o estresse, a produção de ácido e também a deglutição de ar aumentam. Isso além de causar náuseas, pode promover a má digestão. É importante ressaltar que um estudo feito pela Dartmouth Medical School (EUA) mostrou que existem outros sinais vinculados ao estresse, como distúrbios variados do sono e a ansiedade podem potencializar a dor local e também a má digestão.

Gastrite:

Quando a pessoa está constantemente estressada, é muito comum que ela fique em jejum prolongado e até mesmo tenha uma má mastigação. Ambos problemas podem aumentar a agressão à mucosa do intestino e provocar dor similar a gastrite.

Úlcera:

Assim como no caso da gastrite, as pessoas que passam muito tempo sem comer podem ter o problema de estresse e saúde gastrointestinais piorado. Isso acontece pela seguinte maneira: em um primeiro momento o ácido clorídrico age de forma direta na mucosa do intestino, causando assim a gastrite e, caso o paciente não busque um tratamento adequado, a úlcera.

Síndrome do intestino irritável:

Nesse caso, o estresse pode influenciar diretamente na liberação dos hormônios e  nos movimentos do tubo digestivo, o que pode ocasionar bastante desconforto e até mesmo dores na região.

Informação relevante

É fundamental deixar claro que manter hábitos ruins, como comer mal, ser sedentário e dormir menos do que o recomendado podem agravar os problemas do sistema digestivo, onde os hábitos interferem na liberação de secreções próprias do intestino e de vários hormônios na parede intestinal.  No estômago, isso tudo pode causar a conhecida inflamação da sua parede, conhecida como gastrite.

É fundamental cuidar da mente e do corpo como um todo. Praticar atividades físicas, dormir bem, ter momentos de relaxamento e lazer, consultar médicos para exames de rotina. Se há estresse constante, busque ajuda  para aliviar o problema. Apenas assim é possível ter uma vida livre de incômodos e doenças. Qualquer dúvida, procure o CCD nas redes sociais e cesse seus questionamentos. Até o próximo conteúdo!