(61) 98114-2227

(61) 3965-3333

contato@ccddf.com.br

Coceira anal: conheça as principais causas do problema

Coceira anal: conheça as principais causas do problema

A coceira anal (nome popular, já que o nome do problema é prurido anal)  atinge muitas pessoas ao redor do mundo. As causas costumam ser variadas, desde patologias mais simples até mais sérias.
Ao longo do nosso conteúdo de hoje você vai entender melhor as principais causas do problema e o que pode ser feito para reverter a situação. Prossiga com a leitura.

Entenda a coceira anal

A coceira no ânus pode ser o sintoma de vários problemas distintos, já que é considerada uma situação comum. De modo geral, costuma durar  um período consideravelmente curto – que é quando ocorre por excesso de transpiração ou restos de fezes na região -, mas pode ser mais longo quando é relacionado a algum tipo de doença.

Geralmente, a coceira anal tem cura, é tratada por um médico especialista e pode variar de acordo com a principal causa do incômodo.

Quais são as principais causas da coceira no ânus?

Quando o problema acontece por mais de 3 dias seguidos, mesmo após ter uma boa higiene anal, pode significar que o problema é específico e necessita de auxílio médico para tratar.

Dentre as principais causas estão:

  • Algum tipo de infestação por parasitas e/ou vermes;
  • Algum tipo de dermatite;
  • Alergias na região anal;
  • Diarreia crônica;
  • Limpeza excessiva – que pode irritar diretamente a pele;  
  • Doenças locais, como as hemorroidas e a fissura anal;
  • Higiene anal inadequada – que é uma questão que facilita o acúmulo de resíduos fecais que podem causar a coceira;
  • Uso de papel higiênico mais grosso – que pode causar pequenos ferimentos na região e, consequentemente, a coceira;
  • Intolerância a alimentos e/ou medicamentos;

Importante ressaltar:
– Apesar das causas citadas acima, outros fatores comuns do prurido anal são o uso de papel higiênico e roupas íntimas de tecidos sintéticos;
– Em hipótese alguma busque a automedicação ou siga informações de terceiros. Somente um especialista pode tratar o problema de forma exata, evitando complicações futuras e o agravamento do problema.

Sintomas que podem facilitar o reconhecimento de problemas

A coceira anal, muitas vezes, pode surgir acompanhada de outros sintomas. Dentre os sintomas que facilitam o reconhecimento de possíveis problemas estão:

  • Descamação no ânus;
  • Vermelhidão no ânus e região;
  • Presença de pequenos pontos brancos nas fezes;
  • Presença de sangue nas fezes ou apenas no papel higiênico;
  • Coceira que surge e/ou piora após uma depilação – seja ela com lâmina, cera ou algum tipo de creme;
  • Coceira após o sexo anal sem proteção (camisinha);
  • Dor ou dificuldade para defecar.

Informações relevantes:

  • Busque sempre manter a região anal limpa, porém com cuidado para evitar atritos. Se possível, tente fazer a higiene com água e sabão, já que o papel higiênico pode causar incômodos e lesões;
  • Evite usar qualquer tipo de produto (que não seja água e sabão) na região do ânus. Produtos como perfumes, álcool ou corantes podem causar, além de coceira, doenças graves e alergias;
  • O tratamento pode incluir pomadas e remédios, mas varia em função da causa;
  • Para cessar possíveis dúvidas com o médico, não tenha vergonha e diga todos os sintomas. Ele poderá te ajudar a entender a causa e tratar a questão de maneira específica.

Esperamos que o conteúdo acima tenha te ajudar a cessar possíveis dúvidas sobre a coceira anal. Se o conteúdo foi útil para você, compartilhe com outras pessoas para informá-las sobre o problema. Para ler outros materiais relevantes, como este, acompanhe as nossas redes sociais. Até o próximo conteúdo do CCD!